Publicado por: sosortomolecular | 6 de Julho de 2009

Alimentos Alcalinizantes

Para que um alimento seja considerado alcalinizante ele tem que ter uma boa quantidade de sais minerais e oligoelementos alcalinos, e gerar ácidos orgânicos fracos.

Nossa fonte mais rica em sais minerais e oligoelementos é o oceano. No final do século passado, ao mesmo tempo em que Pasteur descobria como matar os micro-organismos patogênicos, René Quinton descobria que os nossos líquidos corpóreos, apesar de bastante mais diluídos, nada mais são do que uma réplica das águas oceânicas de biocenose e que enquanto assim se mantiverem não há biótico patogênico que neles consiga sobreviver ou célula que não consiga se manter permanentemente jovem e vitalizada, como foi o caso da célula do embrião de galinha, mantida viva por 28 anos.

Um dos mistérios que ainda não consegui penetrar é por que a ciência da saúde do Ser moderno está muito mais vinculada à metodologia belicosa desenvolvida por Pasteur, extremamente invasiva (que provoca efeitos colaterais que nada mais são que rebelião do organismo contra a sua presença), enquanto a abordagem pacifista tão reforçada pelas descobertas de Quinton, e não menos eficiente, ficou confinada, sobretudo à região central do continente europeu, com poucos profissionais da saúde dedicando-se à “medicina dos terrenos”.

Só os alimentos que vêm do mar têm condição de aportar toda a gama de sais minerais necessários à manutenção da saúde dos nossos líquidos intra e extracelular, cuja importância já foi descrita. Assim, tanto o sal marinho natural (não confundir com o sal refinado, que não passa de puro cloreto de sódio iodado, uma aberração alcalina) como os sais de rocha (sedimentos marinhos), as algas marinhas e o plasma marinho, cuidadosamente extraído das águas ressurgentes nos vórtices dos oceânicos (igualmente rico em zooplânctons e fitoplânctons, além de micro cadeias de carbono que os estudiosos dizem ter o poder de ativar a memória do nosso DNA), são os alimento mais completos em elementos alcalinos.

Permitindo-me completar o assunto, é importante que se saiba que a superioridade que as algas e o plasma marinho apresentam sobre as outras fontes de minerais concentrados é que nos primeiros eles se encontram integrados a um contexto orgânico, assim como nos sucos das frutas, dos vegetais e da Aloe vera!, o seja, prontos a serem assimilados pelo organismo.

No outro extremos encontramos os minerais isolados, sob a forma inorgânica natural ou fruto da manipulação laboratorial, ou seja, de biodisponibilidade bastante inferior ou nula, o que requer um grande esforço do organismo para inserí-los ao contexto biológico ou eliminá-los.

Se formos generalizar, as frutas, as verduras e os legumes seriam todos alimentos alcalinizantes cujas duas maiores riquezas são: sais minerais já ionizados e moléculas vivas de água – na medida que sejam mantenham na sua forma original até a hora de serem preparados para consumo, já que sua carga elétrica de suas moléculas depende do campo eletromagnético no qual se encontra inserido e este depende da forma do alimento como campo gravitacional!

A pesquisa sobre os alimentos ácidos e alcalinos nos leva a listagens discordantes em vários aspectos. O gel da Aloe vera barbadensis Miller, entretanto, faz parte dos unanimemente considerados como um dos mais alcalinizantes. Semelhante ao limão, apesar do sabor ácido, depois de metabolizados, deixem uma grande reserva alcalina no organismo.


Responses

  1. Hello Web Admin, I noticed that your On-Page SEO is is missing a few factors, for one you do not use all three H tags in your post, also I notice that you are not using bold or italics properly in your SEO optimization. On-Page SEO means more now than ever since the new Google update: Panda. No longer are backlinks and simply pinging or sending out a RSS feed the key to getting Google PageRank or Alexa Rankings, You now NEED On-Page SEO. So what is good On-Page SEO?First your keyword must appear in the title.Then it must appear in the URL.You have to optimize your keyword and make sure that it has a nice keyword density of 3-5% in your article with relevant LSI (Latent Semantic Indexing). Then you should spread all H1,H2,H3 tags in your article.Your Keyword should appear in your first paragraph and in the last sentence of the page. You should have relevant usage of Bold and italics of your keyword.There should be one internal link to a page on your blog and you should have one image with an alt tag that has your keyword….wait there’s even more Now what if i told you there was a simple WordPress plugin that does all the On-Page SEO, and automatically for you? That’s right AUTOMATICALLY, just watch this 4minute video for more information at. Seo Plugin

  2. Hi, I think your site might be having browser compatibility issues.
    When I look at your website in Safari, it looks fine but when opening in Internet Explorer, it has some overlapping.
    I just wanted to give you a quick heads up! Other then that, excellent
    blog!

  3. It is a diagnostic tool that is useful online and offers
    assistance with a number of important SEO tasks that require
    great attention to detail and tracking systems in place.

    It will provided a detailed analysis of any errors in coding
    structure. Currently the Beta version of Google Ad – Words Keyword tool may display the
    wrong data on Global Monthly Searches and Local Monthly Searches.

  4. Unquestionably believe that which you stated. Your favorite
    reason appeared to be on the web the simplest thing
    to be awarfe of. I say to you, I certainly get irked while people consider worries
    that they plainly do not know about. Youu managed to hit the nail upon the
    top and defined out the whole thing without having side-effects , people could take
    a signal. Will probably be back to get more. Thanks

  5. Responsive web design is basically a technique used for web design and development. Further, it is used for creating brilliant layout and images to add more flexibility to a website. This practice makes your website compatible to different browser’s window screen with the use of fluid dimensions at the time of designing your website.

  6. Apple now has Rhapsody as an app, which is a great start, but it is currently hampered by the inability to store locally on your iPod, and has a dismal 64kbps bit rate. If this changes, then it will somewhat negate this advantage for the Zune, but the 10 songs per month will still be a big plus in Zune Pass’ favor.

  7. I’ll gear this review to 2 types of people: current Zune owners who are considering an upgrade, and people trying to decide between a Zune and an iPod. (There are other players worth considering out there, like the Sony Walkman X, but I hope this gives you enough info to make an informed decision of the Zune vs players other than the iPod line as well.)

  8. Hands down, Apple’s app store wins by a mile. It’s a huge selection of all sorts of apps vs a rather sad selection of a handful for Zune. Microsoft has plans, especially in the realm of games, but I’m not sure I’d want to bet on the future if this aspect is important to you. The iPod is a much better choice in that case.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: