Publicado por: sosortomolecular | 6 de Julho de 2009

Patologias e Disfunções Alcalinas

Tirando os casos de envenenamento ou de efeitos colaterais gerados por um receituário ou auto-medicação irresponsáveis, doenças relacionadas a um excesso de resíduos alcalinos são praticamente desconhecidas do homem moderno.

Entretanto, não posso me abster de repassar aqui duas informações um tanto polêmicas ao raciocínio até agora desenvolvido, isto é, de que a causa principal dos grandes males que hoje assolam o Ser moderno é a acidificação generalizada do organismo. Pois bem, segundo os estudos do prêmio Nobel, Dr.Otto Warburg, as células cancerosas, por serem do tipo fermentativo, não conseguem sobreviver em meio ácido com tanta facilidade, isto é, a acidez do sangue dificulta a utilização do açúcar de que essas células necessitam para viver.

Corroborando com esse enfoque, encontrei as observações do Dr. Pierre Grobon que constatou a quase total ausência de cancerosos entre os diabéticos crônicos sem tratamento. Outra realidade relativamente comum aos pacientes com câncer é a ausência da febre que, como vimos, é uma reação característica do estado de super acidez orgânica.

Mesmo não sendo uma expert no assunto, levanto aqui a possibilidade de essa aparente ausência de acidez ser resultante do absurdo consumo de sódio (mineral alcalino), que hoje responde pela quase totalidade do sal refinado, mascarando a situação. Outra possibilidade é seguir o raciocínio em que se baseia a medicina chinesa: a energia, quando chega ao extremo, transforma-se no seu oposto.

Entretanto, reafirmo que meu objetivo aqui é simplesmente repassar essas informações a que tive acesso. (Se alguém tiver o que acrescentar, peço que se comunique para que possamos enriquecer esses dados em uma próxima edição.)

Dentro da fenomenologia da Aloe vera, encontra-se ser ela grande portadora de propriedades tanto yin como yang, isto é, ela tanto tem o potencial de inibir como estimular, por isso ser capaz de prestar grandes auxílios tanto para patologias ácidas quanto alcalinas.

Há também a possibilidade de que parte do seu potencial encontra-se na sua riqueza em moléculas de água estruturada (água viva!), com informações de uma matriz codificada a níveis bioelétricos, básicos à nutrição da memória do DNA, agindo simplesmente como um neutralizador e harmonizador dos desequilíbrios metabólicos e reestruturador da memória e do potencial dos mecanismos de autocura inerentes a todos os Seres vivos.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: