Publicado por: sosortomolecular | 8 de Julho de 2009

HISTÓRIA DOS OLIGOELEMENTOS

Desde que o homem aprendeu a conhecer os metais, estes se tornaram bastante úteis e até indispensáveis companheiros ao longo da história, primeiro como utensílios na vida quotidiana e depois, especialmente os mais belos, como ornamentos ou para construção de objetos utilizados nas práticas mágico-religiosas e, também para a cura de algumas doenças.

A descoberta de componentes químicos de metais no organismo indispensáveis à vida, fez voltar à cena o misterioso mundo das energias sutis que tem vindo pouco a pouco a ser redescoberto e a consolidar a sua utilização.

O termo “catálise” foi introduzido na química mineral por Berzelius no século XIX e é:

O processo em que a velocidade de uma reação é influenciada pela simples presença de um agente, que permanece quimicamente intacto.

Foram, no entanto as pesquisas começadas em 1897 por Gabriel Bertrand que colocaram em evidência os catalisadores como fazendo parte dos micronutrientes essenciais à vida, sendo a sua carência origem de doenças. Os trabalhos de Gabriel Bertrand visavam, sobretudo a agricultura e a medicina veterinária.

A sistematização da oligoterapia como técnica credível deve-se, contudo a Jacques Ménétrier que em 1932 a aplica ao seu estudo das diáteses – a catálise biológica – que aprofundaremos no capítulo próprio.

Mais recentemente o Dr. Picard completa os dados clínicos com indicações das ações específicas dos oligoelementos.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: