Publicado por: sosortomolecular | 13 de Julho de 2009

DIÁTESES OU SÍNDROMES REACIONAIS

Os males funcionais são sem dúvida, um dos problemas mais comuns na clínica diária. O tratamento destas disfunções obriga recorrer freqüentemente a uma polimedicação puramente sintomática, onde os efeitos, geralmente, são passageiros e insatisfatórios. A Oligoterapia ou Terapia Funcional restabelece as funções perturbadas. Ela se ocupa mais das causas do que dos sintomas e tem a preocupação maior com o “paciente” do que com os males.

Ao conjunto de características semiológicas que definem um terreno constitucional, chamamos Diátese ou Síndrome Reacional. Uma Diátese exprime a transição entre o “estado de saúde” e o “estado lesional”. A Diátese relaciona o mal ligado a uma disfunção orgânica, com o “paciente” individualizado pelas suas reações pessoais.

O comportamento diatésico é o reflexo móvel de um estado físico em evolução. Um estado patológico é fisiologicamente a conseqüência de uma anomalia crescente das trocas metabólicas e um bloqueio progressivo das funções reguladoras.

Uma lesão é patologicamente o resultado de uma perturbação metabólica. A terapêutica pelos catalisadores é muito útil pelos seus poderes reguladores e despolarizantes.

Sabemos que o organismo, responde intensamente a todo estímulo externo, buscando um estado de equilíbrio. Quando a resposta a esta agressão externa se mantém, sem conseguir o equilíbrio, aparece o transtorno funcional.

Em alguns casos, a resposta será rápida, brutal e excessiva, com os sinais característicos da alergia ou comportamento de hiperatividade, com um quadro clínico típico da Síndrome Hiper-reativa.

Ao contrário, observa-se uma diminuição das trocas celulares, com uma resposta lenta e insuficiente, em geral com uma sintomatologia do tipo Hipo-reativa, com propensão à hipostenia, às infecções e à fatigabilidade.

Em outras situações, a sintomatologia é nítida das distonias neuro-vegetativas onde os sinais funcionais dominantes são do tipo Distônico.

E, finalmente, quando as respostas estão diminuídas, quase nulas, podemos observar um quadro Alérgico, caracterizado por um agravamento dos processos infecciosos ou degenerativos e no plano comportamental, uma sintomatologia do tipo ansio-depressivo.

É através da história clínica que o Terapeuta encontrará os principais elementos semiológicos para determinar a Síndrome Reacional de cada “paciente”.


Responses

  1. not when they genuinely dont care about our survival which they dont it may be bullshit but when it does occur it will possibly be somthing similar to this . NO warning in the least, thats why the many key governments of the earth have been constructing underground bunkers which likely want get the job done anyway


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: