Publicado por: sosortomolecular | 2 de Fevereiro de 2010

A LÓGICA ORTOMOLECULAR NO TRATAMENTO E CURA DO CÂNCER: VACINAS E CÂNCER

A suspeita de que as vacinas, «especializando as defesas», poderiam estar na origem de graves distúrbios no sistema imunitário, já fora levantada por Raymond Dextreit, no seu livro «Le Cancer», ed. Revista «Vivre en Harmonie», traduzido e publicado em português pelo ITAU.

Segundo Raymond Dextreit, as vacinas «serve-se de expedientes para enganar as fraquezas genéticas e ludibriar os diferentes fatores da imunidade, reforçando uns e enfraquecendo outros.»

Se este postulado estiver certo, temos aí a explicação:

  • a) para a hipersensibilidade alérgica (reforço de alguns fatores da imunidade)
  • b) para todas as doenças de imunoinsuficiência (cancro, lúpus, sida) (enfraquecimento de alguns fatores da imunidade) a que a ciência médica começa a chamar «doenças auto-imunes».

O postulado fundamental de uma Nova Medicina, aberta a um novo paradigma de pensamento e de comportamento, ganha força: a doença, qualquer que ela seja, depende da vigilância ou do enfraquecimento das imunidades naturais, e as doenças, hoje, que não são alérgicas são anérgicas.

Arrepiante é o próprio nome «doenças auto-imunes» que a ciência médica reconhece, sem que reconheça a causa que reconhece.

Ou seja, se há doenças auto-imunes, como diz a ciência médica, como será possível – sem uma enorme hipocrisia ou sem uma gigantesca ignorância – ilibar o papel das vacinas nessa patologia dita «auto-imune»?

Já não é só a Alergia (já reconhecida como herança da vacina), já não é só a SIDA (ainda não reconhecida como herança da vacina) mas também, e por exemplo, o Lúpus, que a ciência reconhece como sendo um subproduto desse tão grande progresso da medicina que são as vacinas e, no fundo, como seu suporte, toda a teoria microbiana.

A palavra «auto-imune» é arrepiante pelo que revela.

Mas o que ela encobre, é ainda mais arrepiante: as doenças iatrogênicas do nosso tempo, produto das «progressos médicos» como a vacina, os antibióticos, os corticóides.


Responses

  1. This is getting a bit more subjective, but I much prefer the Zune Marketplace. The interface is colorful, has more flair, and some cool features like ‘Mixview’ that let you quickly see related albums, songs, or other users related to what you’re listening to. Clicking on one of those will center on that item, and another set of “neighbors” will come into view, allowing you to navigate around exploring by similar artists, songs, or users. Speaking of users, the Zune “Social” is also great fun, letting you find others with shared tastes and becoming friends with them. You then can listen to a playlist created based on an amalgamation of what all your friends are listening to, which is also enjoyable. Those concerned with privacy will be relieved to know you can prevent the public from seeing your personal listening habits if you so choose.

  2. My brother recommended I might like this website. He was totally right. This submit truly made my day. You cann’t believe just how much time I had spent for this information! Thanks!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: