Publicado por: sosortomolecular | 25 de Março de 2011

A FOME OCULTA DAS CÉLULAS

Aquela vontade louca de comer toda hora, mesmo depois de bater um pratão de comida, nem sempre e sinal de gula. Pode ser a Síndrome da Fome Oculta, uma doença que atinge cada vez mais mulheres

A raiz do problema
Essa doença esta relacionada ao estilo de vida: corre-corre, refeições mal mastigadas, excesso de comida industrializada e escolhas alimentares erradas. Mas a Síndrome da Fome Oculta (SFO) vai alem dos pneuzinhos, e uma disfunção celular. “A falta ou excesso de algumas vitaminas e sais minerais dificulta o bom funcionamento das células, prejudicando o equilíbrio do organismo e causando a carência de determinados nutrientes.

Consequências desse mal

” A fome oculta produz desde uma deficiência imunológica, que provoca gripes frequentes, ate o aparecimento da osteoporose e problemas cardiovasculares e metabólicos, como o diabetes e a obesidade. Dependendo da predisposição genética, a SFO pode ate possibilitar o surgimento de tumores.

O processo digestivo
Depois de ingerido, o alimento e logo digerido no estomago. Depois e absorvido pelos intestinos delgado e grosso. Em seguida e repassado ao sangue para que as células possam aproveitar os nutrientes. “E nessa etapa que o organismo sente a ausência ou o excesso de certos nutrientes

Como identificar a disfunção
Só percebemos a síndrome quando as alterações já estão avançadas e provocam alguma doença. “Isso porque não existe um exame para detectar o problema”, afirma Fernando Almeida. Mas uma boa consulta medica, analise clinica e física detalhada, avaliação laboratorial do eixo hormonal e metabólico do organismo ajudam no diagnostico.

Causas da fome oculta
Hábitos alimentares inadequados e erros na escolha dos alimentos são os principais motivos. Quem ignora os vegetais e outros alimentos frescos e prioriza fast-foods tem mais chance de apresentar essa deficiência. Porem, existem alterações genéticas associadas ao metabolismo, que culminam em uma dificuldade da própria célula em captar um determinado nutriente do sangue. “Assim o alimento pode estar disponível no organismo, no entanto algumas células não conseguem assimilá-lo”.

Sintomas conhecidos
Quando ha carência de alguma substancia, o corpo envia um estimulo nervoso ao cérebro indicando essa falta. Como nem sempre a mente identifica o que e pedido pelo organismo, a percepção e a de estar com fome. A pessoa come a primeira coisa que encontrar, porem nem sempre o nutriente necessário. Insatisfeita, enviara um novo estimulo ao cérebro, que, mais uma vez, será interpretado como fome, provocando o impulso de mastigar novamente. E o sinal mais claro da Síndrome da Fome Oculta.

O que pode agravar a situação
Hábitos como fumar, beber e usar drogas pode piorar e predispor o corpo a SFO. O fumo dificulta a oxigenação em geral. Já o álcool irrita a mucosa do estomago e do intestino e prejudica a digestão e a absorção dos alimentos. As drogas, que tem efeitos semelhantes aos do cigarro, alteram o funcionamento do cérebro (órgão que comanda a fome).

A primeira suspeita
O terapeuta começa a desconfiar que a paciente possa ter SFO quando ela apresenta quadros de doenças auto-imunes, como a tireoidite, febres reumáticas e anemia. “Deve-se fazer um questionário minucioso sobre os hábitos alimentares, desde o que e ingerido ate o tempo que dispõe para as refeições”.

Formas de prevenir
Se a causa da doença for habito alimentar errado a solução e seguir um cardápio variado, incluindo carnes, legumes, verduras, frutas e cereais integrais. Quem come fora de casa deve escolher as melhores opções nos restaurantes. Outra sugestão e levar para o trabalho frutas fáceis de consumir, como maca, banana e pera. Caso o problema seja provocado por outras disfunções metabólicas, e necessário procurar um especialista.

Fome oculta e obesidade
A correção do nível de vitaminas e minerais presentes no interior das células faz com que o organismo funcione harmoniosamente. Dessa forma, ansiedade e avidez por comer toda hora (comportamentos típicos das pessoas acima do peso) tendem a ser amenizadas. Junte a isso a pratica regular de exercícios e hábitos de vida saudáveis, como dormir bem, parar de fumar e ter momentos de lazer, e emagreça sem risco do efeito sanfona.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: