Publicado por: sosortomolecular | 22 de Junho de 2011

MEDICINA ORTOMOLECULAR DE MÃOS DADAS COM A GERIATRIA

Quando se fala em Medicina Ortomolecular, vem no pensamento de muita gente, emagrecimento, dieta, receitas caras, e quando se fala em Geriatria, logo vem em mente aquela pessoa idosa, com mais de 70 (setenta) anos de idade. Talvez por falta de conhecimento ou por uma visão errada da mídia, que divulga as coisas de forma incompleta. Só que Medicina Ortomolecular não é apenas emagrecimento com saúde, isso é apenas uma pequena parte de tudo que pode ser feito, e Geriatria não é apenas acompanhar pessoas com idade avançada, com vários problemas de saúde, é garantir um envelhecimento com qualidade, é tentar da forma mais natural possível, prevenir ou ao menos reduzir as complicações de
patologias já instaladas.

A Medicina Ortomolecular tem como um dos principais objetivos a homeostasia do corpo humano através da reposição de nutrientes necessários para que as nossas células possam desempenhar bem as suas funções, além do combate aos Radicais Livres que são extremamente agressivos à nossas células, visando também à prevenção de complicação de patologias. É justamente aqui que ela se encontra com a Geriatria, uma vez que pessoas a partir dos 35 (trinta e cinco) anos devem iniciar um acompanhamento com um Geriatra, objetivando prevenir ou minimizar as complicações das doenças. Uma tem tudo haver com a outra uma vez que visam Medicina Preventiva, qualidade de vida, saúde e bem estar.

Quando unimos os conhecimentos da Geriatria aos da Ortomolecular aumentamos as chances de prevenir e tratar de uma forma mais completa todos os que nos procuram, e até mesmo pessoas que são portadoras de patologias crônicas como Diabetes, Hipertensão, Artrose, Atrite, Obesidade, Hipotireoidismo, bem como muitas outras, que o paciente pode se beneficiar deste acompanhamento, minimizando as complicações como, por exemplo, as cardiovasculares, renais, a neuropatia diabética, a dor, que pioram em muito a qualidade de vida dos portadores.

Poderia citar vários exemplos de mudança radical na qualidade de vida, de pessoas que iniciaram um acompanhamento visando a melhora do seu bem estar. Pacientes que apresentavam Hipertensão Arterial Severa (PA: 220 x 110 mmHg), Cefaleia diária, distensão abdominal, Diabetes descontrolada, dores muito fortes nas articulações por causa da Artrose e Aftas, antes não podiam nem ficar sentadas, após  05 (cinco) meses de tratamento, não precisavam mais dos anti-hipertensivos, foi reduzido o uso dos hipoglicemiantes oral, pois a glicemia estava normalizada, as aftas desapareceram, pois o trato gastrointestinal foi tratado,  e 07 (sete) meses depois não se queixava mais das dores articulares. Para uma pessoa
que antes padecia em cima de uma cama, hoje poder passear de cadeira de rodas sem sentir dor e interagir com tudo e com todos ao seu redor é um exemplo de como a Med. Ortomolecular em conjunto com a Geriatria podem contribuir substancialmente para o aumento na qualidade de vida das pessoas.

Iragildo N.N. Machado.
CRM 52.75607-5

e-mail:dr_iragildo@ig.com.br


Responses

  1. Gente, é bem isso devemos sempre agir na prevenção, sai mais barato e doi menos.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: