Publicado por: sosortomolecular | 8 de Outubro de 2014

O LEITE – OS MOTIVOS PARA NÃO UTILIZÁ-LO COMO ALIMENTO

Por Tati K. Fischer*

Não só os intolerantes e alérgicos têm motivos para ficar longe do leite de vaca. Todas as pessoas deveriam tomar cuidado com o consumo excessivo de lácteos devido a inúmeros fatores que a mídia e os grandes produtores de laticínios não divulgam, porém muitos estudos e pesquisas importantes mostram que:

1) Nenhum outro animal na terra bebe leite após o desmame, muito menos de outra espécie;

2) O consumo de leite nos primeiros anos de vida aumenta as chances de desenvolvimento de Diabetes do tipo 1;

3) Laticínios aumentam muito a liberação de insulina (hormônio que leva glicose pra dentro da célula) pelo pâncreas, o que pode causar resistência à insulina, que pode levar à diabetes, hipertensão, obesidade abdominal, síndrome do ovário policístico, câncer de mama, acne, entre outros problemas;

4) Estudos associam o consumo de leite com o surgimento de câncer de ovários, testículos e próstata, Doença de Parkinson, Doença das Artérias Coronárias e Doenças do Sistema respiratório;

5) O consumo de leite piora os sintomas da Artrite Reumatóide;

6) Existe uma correlação muito forte entre o consumo de leite e a prevalência de Esclerose Múltipla;

7) Ao contrário do senso comum, o consumo de leite, ao invés de prevenir, pode ocasionar a osteoporose, pois pode levar à deficiência de magnésio, além de acidificar o sangue, fazendo com que o corpo retire cálcio do osso, aumentando a perda;

8) O leite neutraliza o meio ácido intestinal, necessário para a absorção de vitaminas e minerais, além de favorecer a fermentação de microrganismos patogênicos;

9) O consumo de laticínios leva a um aumento de substâncias inflamatórias e de pequenas calcificações;

10) O leite é um alimento congestionante e leva ao aumento da produção de muco no organismo;

11) As vacas leiteiras são mantidas constantemente grávidas, por isso o leite tem quantidades muito grandes de estrógeno e progesterona, podendo levar, por exemplo, à puberdade precoce.

Levando em consideração todos estes fatos, podemos concluir que o leite não deveria fazer parte de uma alimentação saudável. Além disso, devemos lembrar que, ao consumirmos laticínios, estaremos colaborando com as indústrias nos maus tratos aos animais.

Estudos comprovam que ajuda a provocar osteoporose e outras doenças graves

Ou seja, não beba leite, pelo bem de sua saúde. Tem-se verificado que existe uma relação estreita entre o consumo de produtos lácteos (leite, manteiga, queijo, etc.) e vários tipos de câncer, diabetes, osteoporose, doença coronária e outros problemas relacionados com intolerâncias e alergias graves. Tanto o câncer da mama como o da próstata estão relacionados com o consumo deste produto. Esta íntima relação explica-se através de um aumento da quantidade, no organismo humano, de uma substância designada de fator de crescimento semelhante à insulina-I (IGF-I) encontrada no leite de vaca. Esta substância pode também ser encontrada, em elevadas quantidades, na corrente sanguínea de indivíduos consumidores regulares deste tipo de leite.

Estudos recentes comprovam que homens com elevadas concentrações sanguíneas de IGF-I, apresentam quatro vezes mais probabilidades de virem a sofrer de câncer da próstata do que outros indivíduos com concentrações sanguíneas de IGF-I mais baixas. Também o câncer do ovário está relacionado com o consumo de produtos lácteos: o açúcar do leite, quando desdobrado no organismo humano, dá origem a outro açúcar mais simples, designado por galactose, que, por sua vez, é também desdobrado por várias enzimas. Quando o consumo destes produtos excede a capacidade destas enzimas para desdobrarem a galactose, esta pode circular na corrente sanguínea, o que poderá, em longo prazo, afetar os ovários. Mulheres consumidoras de leite de origem animal apresentam três vezes mais probabilidades de virem a sofrer de câncer nos ovários.

A diabetes insulino-dependente está também relacionada com o consumo de leite e produtos lácteos. Pesquisadores encontraram uma proteína característica dos produtos lácteos que provoca uma reação auto-imune, que, por sua vez, afeta as células do pâncreas, afetando, por isso, também, a capacidade do organismo de produzir insulina. O leite e seus equivalentes e derivados são frequentemente recomendados para prevenir a osteoporose. Contudo, pesquisas e estudos demonstram que o risco de fratura óssea é igual em consumidores de leite de origem animal e em não consumidores deste produto.

Assim, ficou provado por vários estudos que, na prevenção da osteoporose, é fundamental reduzir os fatores descalcificantes, tais como o consumo de sal e de proteína animal – em vez de manter ou aumentar o consumo de cálcio através de lacticínios (que contêm proteína animal).

A doença cardiovascular é uma das doenças que está mais relacionada com o consumo de produtos lácteos, pois têm elevadas quantidades de gordura saturada e colesterol, aumentando imenso as probabilidades de quem consome estes produtos vir a sofrer de doença coronária. Os sintomas da intolerância à lactose são diarreia, flatulência e distúrbios gastrointestinais, e surgem devido à ausência, no organismo humano, de enzimas capazes de atuar na digestão do açúcar do leite. Esta ausência é um processo natural que ocorre no organismo, pois os humanos são mamíferos e os mamíferos não necessitam de consumir leite durante a vida adulta (menos ainda de outras espécies). Humanos que insistem em consumir leite após o seu desmame forçam o organismo a continuar a produzir estas enzimas, daí ser tão comum encontrar pessoas intolerantes à lactose.

O consumo de lacticínios não está só relacionado com doenças e alergias – os agentes contaminantes encontrados em várias amostras de leite são um grave problema para a saúde humana. A indução artificial da produção de leite conduz a inflamações graves nas glândulas mamárias dos animais, que requerem tratamento à base de antibióticos. Vestígios destes antibióticos, bem como de pesticidas e outros medicamentos, são encontrados em leites e outros produtos derivados. Uma dieta alimentar diária livre de produtos lácteos contribui para a redução da perda de cálcio, diminuindo o risco de osteoporose. A alimentação vegetariana oferece todo o cálcio necessário, a partir de alimentos ricos em antioxidantes, fibra, ácido fólico, hidratos de carbono complexos, ferro e outras vitaminas e minerais importantes, que não são encontrados em lacticínios.

Fonte: Instituto Nina RosaOrg. Seja Vegetariano.


Responses

  1. Citando SOS ORTOMOLECULAR :

    > sosortomolecular posted: “Por Tati K. Fischer* Não só os intolerantes e > alérgicos têm motivos para ficar longe do leite de vaca. Todas as > pessoas deveriam tomar cuidado com o consumo excessivo de lácteos devido > a inúmeros fatores que a mídia e os grandes produtores de laticínio” > >

    • Boa tarde
      Verdade, nem só os alérgicos devem ficar sem uso do leite, todos, principalmente os do sexo masculino devido ao excesso de hormônios para aumento da produção de leite. Um abraço e obrigado pela visita.
      Prof. Paulo Edson

  2. ConsiderationsAs with any sales quotas vary from country
    to country. The consumer software, iis put together by overall health care consultant may come across innumerable definitions about the anti-tattoo policy, workers’ compensation and bonus
    and incentive programs. Drew Gilpin Faust devoted her initial tasks was to use this form.

  3. Brilliant report thanks! Seems to get the job done perfectly well together with the latest versions of wordpress as well (3.3)Made the code a lot cleaner as mentioned and seems to have made life much easier when trying to implement the comments form into side areas ect. (Had a nightmare with previous use on the normal code)

  4. any thought within the specs for that 33DFA?

    i wonder how it is going to evaluate for the zante. is it me, or are there
    more new swanky possibilities (for individuals who skew far more minimal) coming
    up than in the very long time?

  5. I’d propose that almost all men and women cannot afford not
    to exercise. Fantastic quote!

  6. I have just left commission Junction and agree. Are
    there any downfalls, and in that case what exactly aree they?

  7. This is the kinda post I was searching for. Sometimes I can’t find what I’m looking for from Bing but it seems this time it worked for me! Thanks for your help.

  8. Terrific article! This is the type of info that are meant to be shared across the
    net. Disgrace on Google for nott positioning this put up upper!
    Come on ovber and talk over with my web site . Thanks =)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: